Promotoria de Los Angeles cria foça tarefa para investigar acusações de assédio sexual de Hollywood

De acordo com o Los Angeles Times, a promotoria de Los Angeles anunciou, na última quinta-feira (10), que criou força tarefa especial para investigar as recentes acusações de assédio sexual em Hollywood. Equipe é formada por promotores experientes em casos de crimes sexuais. Esta é uma medida para “garantir um enfoque comum na revisão legal e possível perseguição de qualquer caso que cumpra com os padrões legais e e de direito”, afirmou a promotora Jackie Lacey, em nota. Anúncio foi feito na ocasião em que o comediante Louis C.K. foi acusado de assédio por cinco mulheres.

No momento, a polícia de Los Angeles investiga apenas algumas das muitas denúncias de assédio que surgiram desde a matéria do New York Timescontra o produtor Harvey Weinstein. Ele está entre os investigados, por estupro e forçar sexo oral. O diretor James Toback, acusado de assédio por centenas de mulheres, e o ator Ed Westwick também são objeto de inquirição dos detetives. Lacey afirmou que até o momento não receberam solicitação para apresentar acusações formais.

Assédio em Hollywood

O tema do assédio sexual em Hollywood voltou à tona após várias acusações contra o produtor Harvey Weinstein. Ele foi demitido de sua empresa, a The Weinsten Company e expulso da Academia do Oscar, que pretende ter um novo código de conduta após o caso. O Sindicato dos Produtores também baniu para sempre Harvey Weinstein da organização.

Mais recentemente, o ator Kevin Spacey, protagonista da série House of Cards, tem sido alvo de diversas acusações, que resultaram em sua demissão da Netflix.

Spread the love
Share This