Em cena recém-divulgada pela Fox Film de “Divaldo – O Mensageiro da Paz”, a mãe de Divaldo, Dona Ana (Laila Garin) está desconsolada com a morte do marido. O líder humanitário, interpretado por Bruno Garcia na fase adulta, explica que o sofrimento nesses casos é normal. Já bom entendedor da doutrina espírita, ele complementa: “A felicidade não é a ausência da dor. É a real compreensão de sua finalidade”.

Confira:

“Divaldo – O Mensageiro da Paz” conta a história do líder humanitário brasileiro Divaldo Franco, desde sua infância no interior da Bahia até sua consagração como filantropo, fundador da Mansão do Caminho e orador em prol da divulgação da doutrina espírita no Brasil e no mundo. No elenco estão também Ghilherme Lobo, Regiane Alves, Marcos Veras, João Bravo, entre outros.

Com produção de Raul Doria e Sidney Girão e direção de Clóvis Mello, “Divaldo – O Mensageiro da Paz” – que conta com apoio da FEB (Federação Espírita Brasileira) – tem distribuição da Fox Film do Brasil e produção da Cine e da Estação Luz Filmes, que já produziu longas como “Bezerra, o diário de um espírita” e “As Mães de Chico” e coproduziu “Chico Xavier”. A estreia nos cinemas está marcada para 12 de setembro.

Comments