Assistimos aos cinco primeiros episódios da série, com o lançamento da temporada completa estaremos assistindo os demais e atualizando esta crítica. 

Em um mundo de fantasia repleto de seres mágicos e hierarquias baseadas em raças e clãs, os líderes do mundo de Thra deixaram que o poder os corrompesse ao usar o poder do cristal da verdade para se manterem imortais. Depois de sugar toda a energia da pedra, eles passam a consumir a vida de seus súditos para impedir que a morte lhes alcance. É aí que o trio de protagonistas descobre a tramoia de seus líderes e decidem iniciar uma revolução entre seu povo. É com essa trama grandiosa que a Netflix nos apresenta a Cristal Encantado: A Era da Resistência, prequel do filme de mesmo nome de 1982.

O mundo criado por Jim Henson, pai dos famosos Muppets, é algo bem rico em todas as áreas possíveis que uma fantasia pode ter. Mas, para alguém que apresentado à toda a grandiosidade do mundo de Thra, pode ficar um pouco confuso em certos momentos. Principalmente pelo fato de Cristal Encantado ter todos os vícios e virtudes de uma fantasia clássica.

THE DARK CRYSTAL: AGE OF RESISTANCE
Kevin Baker/Netflix

O ponto negativo fica por conta da falta de aprofundamento nos protagonistas. Rian é o arquétipo do guerreiro habilidoso, mas que não levas as coisas à sério, mas se vê forçado a amadurecer diante de um grande desafio. Deet é a forasteira de um clã menos favorecido, que é enxergada como estranha entre sua própria raça. Brea é a aristocrata que não desejou as imposições de ser uma monarca. Nada muito novo para quem cresceu consumindo esse tipo de história.

Mas toda a falta de profundidade dos personagens sobra na exploração do mundo. Além do cuidado estético com os bonecos, a mitologia de Thra é muito rica até mesmo para quem não assistiu o filme original. Com sua divisão de territórios, raças, hierarquias e reinos, a série realmente deixa o espectador com a sensação de que ele faz parte de algo maior.

Ao fim dos 5 primeiros episódios disponibilizados pela Netflix, fica o gostinho de querer ver mais. Algo que certamente faremos para aprofundar mais a análise dessa primeira temporada.

Comments