Depois de ser exibido na última edição do Festival Varilux de Cinema Francês, OS DOIS FILHOS DE JOSEPH, de Félix Moati, ganha data de estreia em circuito comercial: 8 de agosto. A relação familiar entre Joseph e os filhos, Ivan e Joaquim, é o fio condutor da história que transita entre o drama e a comédia. Com Vincent Lacoste, Benoît Poelvoorde, Mathieu Capella e Anaïs Demoustier, o longa é distribuído no Brasil pela Pandora Filmes.

O jovem Ivan sempre admirou suas duas maiores referências, o pai, Joseph, e o irmão mais velho, Joaquim. Mas quando descobre que o irmão corre o risco de perder o ano na faculdade de psiquiatria e que o pai decide abandonar sua estável carreira como médico para se tornar escritor, o garoto começa a repensar se esses são os modelos masculinos que quer seguir.

É a partir desses três homens, em três momentos diferentes da vida, que o diretor pretende mostrar a importância das relações interpessoais. “Eu tenho o desejo do coletivo, e esse é o assunto do filme. Meus personagens acabam percebendo que não podem fazer nada sem os outros. A ideia de consolar um ao outro permeia todo o filme”, explica.

Moati conta ainda que o filme explora paisagens parisienses, como uma homenagem à cidade que tanto ama: “eu queria filmar a cidade onde cresci, a sede da minha memória emocional, onde vivi minhas primeiras emoções, alegrias e tristezas. Cada rua que filmei em OS DOIS FILHOS DE JOSEPH está associada a essa memória e eu espero que as pessoas sintam isso de alguma maneira”.

Comments