A Village Roadshow Entertainment Group adquiriu os direitos cinematográficos e televisivos do clássico videogame de aventura Myst. A produtora vai explorar a profunda mitologia da franquia Myst para desenvolver um universo multiplataforma através do cinema e da televisão (tanto roteirizado quanto não roteirizado).

Village Roadshow irá desenvolver e produzir os projetos ao lado dos criadores e irmãos Rand e Ryan Miller, bem como Isaac Testerman e Yale Rice da Delve Media. A Village Roadshow assumirá uma “abordagem em grande escala” para o desenvolvimento do conteúdo de Myst, utilizando toda a sua equipe criativa para adaptar as propriedades ao cinema e à TV.

Myst foi lançado pela primeira vez em 1993 pela Cyan Productions, empresa de desenvolvimento de videogames co-fundada pelos irmãos Miller em 1987. O primeiro jogo vendeu mais de 6 milhões de cópias, tornando-se o lançamento mais vendido para PC por anos até que o The Sims o superou em 2002. Ao longo dos anos, a franquia cresceu para incluir cerca de 10 títulos individuais, que venderam mais de 15 milhões de cópias. Houve também uma série de romances baseados no jogo publicado pela Hyperion.

A franquia apresenta um cânone profundo que abrange milhares de anos de mitologia e história, embora a saga principal siga Atrus, o neto de uma mulher chamada Anna que desencadeou uma série de eventos importantes quando descobre uma misteriosa civilização, a D’ni, em uma caverna nas profundezas do deserto do Novo México. Os D’ni possuem uma habilidade única de escrever livros que conectam mundos distantes, que servem como catalisadores para os jogos e romances Myst.

A decisão de adaptar a Myst ocorre pouco depois de um novo mandato da Village Roadshow, após a nomeação do CEO Steve Mosko em outubro, para transformar a empresa em uma “criadora de conteúdo de amplo espectro” voltada para televisão, streaming e outras plataformas de distribuição. desenvolvimento de longas-metragens, como o Coringa, liderado por Joaquin Phoenix, que será lançado em 4 de outubro pela Warner Bros.

Fonte: THR

Comments