Enquanto a série de Chernobyl da HBO chegou ao fim, uma rede de TV russa está criando sua própria visão sobre o desastre nuclear de 1986.

A série foi encomendada pela NTV, uma das principais redes abertas, de propriedade da Gazprom Media, braço de mídia da gigante de gás natural Gazprom. A série foi parcialmente financiada pelo Ministério da Cultura, que forneceu 30 milhões de rublos (US$ 460.000). O orçamento total não foi divulgado.

A filmagem principal foi feita no ano passado na vizinha Bielorrússia e a série está atualmente em pós-produção.

Poucos detalhes foram revelados até agora, exceto por uma breve sinopse, que afirma que a série seguirá um grupo de oficiais soviéticos da KGB encarregados de descobrir um agente da CIA estacionado na usina nuclear de Chernobyl e envolvido em espionagem.

A NTV é conhecida pela programação pró-Kremlin. A data de transmissão da série ainda não foi anunciada.

Chernobyl foi ao ar na Rússia na Amediateka, “a casa da HBO”.

Embora alguns espectadores locais tenham criticado Chernobyl por imprecisões e falhas gerais em captar o espírito dos últimos anos do regime soviético, a série foi geralmente bem recebida na Rússia. Em KinoPoisk, o análogo local do IMDb, sua classificação média é de 9,1.

Comments