A estrela de Game of Thrones, Emilia Clarke, desistiu do thriller erótico Cinquenta Tons de Cinza, porque a atriz se sentiu “incomodada” depois de se despir para o drama de fantasia da HBO.

Ao participar de uma mesa redonda do The Hollywood Reporter com Danai Gurira ( Vingadores: Ultimato), Niecy Nash (Olhos que Condenam), Patricia Arquette (The Act), Christine Baranski (The Good Fight) e Michelle Williams (Fosse / Verdon), Clarke chamou a diretora de Cinquenta Tons, Sam Taylor-Johnson de “um mágico”, mas admitiu que a exigência de nudez para o romance sensual foi algo que a fez desistir.

“Eu a amo e achei que a visão dela era linda. Mas a última vez que eu estava nua na câmera em [ Game of Thrones ] foi há muito tempo, e ainda assim é a única pergunta que eu recebo porque sou uma mulher”, disse Clarke.

“E é chato pra caramba e eu estou doente e cansada disso porque eu fiz isso para o personagem – eu não fiz isso então um cara poderia checar meus peitos, pelo amor de Deus. Então, quando eu estava chegando, eu estava tipo ‘eu não posso’. Eu fiz uma quantidade mínima e eu sou rotulada para a vida toda, então eu digo sim para isso, onde a coisa toda é sobre sensualidade e sexo e estar nua e todas essas coisas, eu estava tipo, ‘De jeito nenhum eu vou andar voluntariamente nessa situação e nunca mais consiga olhar nos olhos de alguém e fique como, não, você não pode continuar me fazendo essa pergunta’”.

A ex-atriz de Daenerys Targaryen disse ao The Sun que a “enorme quantidade de nudez” na franquia Cinquenta Tons teria sido uma sombra do que ela “teria lutado para sair”, dizendo que já recebe “muita porcaria de nudez” e cenas de sexo.

Fonte: ComicBook

Comments