Em 2018 o cinema nos presenteou com excelentes filmes nos cinemas. Animação, super-heróis, terror, drama – teve filme bom em todos os gêneros.

Em uma difícil missão de escolher os dez melhores filmes deste ano nossa equipe chegou em um consenso nos títulos abaixo, com uma breve justificativa da escolha do filme. Entretanto, não fomos capazes de opinar em ordem de preferência, apenas que esses são os melhores e acabou.

Confira abaixo:

Nasce uma Estrela

Nasce Uma Estrela’ é uma carta de amor à música, sendo o filme mais sensível e emocionante do ano, daqueles que aquece o coração, faz chorar e ainda nos entretém com as belas vozes dos protagonistas. (Leia a nossa crítica completa)

Me Chame pelo seu Nome

Me Chame Pelo Seu Nome vai muito além do que o imaginável. É muito mais do que um filme de Oscar. É uma carta de amor, escrita com muita sinceridade, carinho, honestidade e autenticidade. É uma jornada de amadurecimento, falando de fases felizes, tristes, satisfatórias e frustrantes da vida amorosa, sem distinção de opção sexual. É um filme universal sobre o amor. (Leia a nossa crítica completa)

Pantera Negra

Pantera Negra consegue sem dificuldade alguma entrar para a lista de melhores filmes da Marvel e como um dos melhores filmes de super-heróis no geral. Diferente, ousado, político, engajado socialmente e sem perder a alma dos filmes de super-herói, é um dos melhores do MCU, e quiçá um dos melhores longas dos últimos tempos. É um filme que se mantém fiel aos quadrinhos do personagem e que consegue, ao mesmo tempo, ser relevante socialmente e muito divertido. Pantera Negra é o filme para o qual as pessoas ainda não estão preparadas. (Leia a nossa crítica completa)

Um Lugar Silencioso

“Um Lugar Silencioso” é uma verdadeira pérola do cinema. Trata-se de um terror que extrapola o próprio gênero, cria situações dramáticas críveis e sequências de tensão absolutamente angustiantes. Não é óbvio e oferece soluções plausíveis e inteligentes para o contexto apresentado. Um filme que exige uma experiência de envolvimento com o público para que o medo possa ser tão sentido quanto visto.

Roma

(L to R) Marco Graf as Pepe, Daniela Demesa as Sofi, Yalitza Aparicio as Cleo, Marina De Tavira as Sofia, Diego Cortina Autrey as Toño, Carlos Peralta Jacobson as Paco in Roma, written and directed by Alfonso Cuarón.
Photo by Carlos Somonte

Roma é o filme da Netflix em 2018, embora para alguns seja um filme lento e sem nenhuma grande reviravolta ou surpresa genial. Se você admirá-lo como uma ode a vivencia diária, você terá uma sensação única.

Vingadores: Guerra Infinita

Assim como aconteceu quando Homem de Ferro estreou, fazendo com que crianças saíssem das salas com sorrisos estampados no rosto, o mesmo se repete com este terceiro filme do supergrupo, mas de maneira muito mais épica. Ao fim de Vingadores: Guerra Infinita, a expectativa é pelo próximo filme do supergrupo e por mais 10 anos de filmes tão bons como esses que têm sido feitos. Kevin Feige, ao lado de Joe e Anthony Russo, tinha a difícil missão de entregar um filme épico, memorável e grandioso – ao mesmo tempo em que era necessário guardar algumas surpresas. Trabalho concluído com sucesso. (Leia a nossa crítica completa)

Jogador Nº 1

Mesmo com mais de duas horas de filme, Spielberg entrega uma homenagem e também muitas inovações como não era visto ser feito das suas próprias mãos há muito tempo. Com a sua trilha sonora nostálgica e referências marcantes (Olá, T-Rex e Kong), Jogador N°1 se torna um prazer aos olhos e merece sim ser visto por gerações antigas e novas. Há espaço para todos no OASIS! (Leia a nossa crítica completa)

Três  Anúncios Para um Crime

Três Anúncios para Um Crime não é sobre a morte da filha de Mildred, não é sobre a investigação, não apenas. O filme é sobre como a perda pode afetar a vida de tantas pessoas ao redor. O filme deve se tornar um clássico por sua mensagem de justiça tão importante para os nossos dias! (Leia a nossa crítica completa)

Os Incríveis 2

Rever esta família após tanto tempo é realmente um privilégio. Disney e Pixar criaram, mais uma vez, uma obra prima das animações. As expectativas de tantos anos de espera foram atendidas da melhor maneira possível. Os Incríveis finalmente voltaram – mais incríveis do que nunca! (Leia a nossa crítica completa)

Viva – A Vida É Uma Festa

Viva – A Vida é uma Festa consegue se equilibrar, rendendo risadas e lágrimas, sem o fazer da maneira brusca. A mensagem que o filme traz acerca de perda, superação e legado é extremamente sensível, sem parecer piegas e apelativa. (Leia a nossa crítica completa)

O que achou da lista? Fala pra gente nos comentários qual o seu top 10.

Comments