O Universal TV preparou uma maratona especial de Elementary para nos despedirmos da 6a temporada da série. No dia 9 de dezembro, domingo, serão exibidos os quatro últimos episódios da temporada, começando às 14h.

Os fãs poderão rever o confronto final de Sherlock (Jonny Lee Miller) e Joan (Lucy Liu) contra o serial killer Michael (Desmond Harrington) e as chocantes revelações do último episódio da temporada.

Confira os horários da maratona:

14h – “The Visions of Norman P. Horowitz” – 18o episódio da 6a temporada de Elementary

15h – “The Geek Interpreter” – 19o episódio da 6a temporada de Elementary

16h – “Fit to Be Tied” – 20o episódio da 6a temporada de Elementary

17h – “Whatever Remains, However Improbable” – 21o episódio da 6a temporada de Elementary

Elementary estrela Jonny Lee Miller como o detetive Sherlock Holmes e Lucy Liu como a Dra. Joan Watson. Nesta versão moderna do clássico de Arthur Conan Doyle, a dupla soluciona os casos mais difíceis de Nova York.

Por conta de sua melancolia em Londres e, após passar por uma clínica de reabilitação, o excêntrico Sherlock escapa para Manhattan, onde seu rico pai o obriga a viver com seu maior pesadelo – a acompanhante, Dra. Watson. Uma cirurgiã bem-sucedida até ter perdido um paciente e sua licença há três anos, Watson vê seu trabalho atual como uma nova oportunidade de ajudar pessoas, mas também como um castigo.

Porém, o impaciente Sherlock não é nada como os antigos pacientes da Dra. Watson. O detetive diz a ela que seus conhecimentos como especialista em viciados não funcionarão com ele e que já planejou seu regime pós-reabilitação – retomar seu trabalho como consultor da polícia de Nova York. Watson não tem escolha a não ser acompanhá-lo. Sherlock considera que o passado médico da cirurgiã poderá ser útil e Watson percebe que tem um talento especial para atuar como investigadora.

O contato de Sherlock na polícia, o Capitão Tobias “Toby” Gregson (Aidan Quinn), sabe – por conta de uma experiência que teve trabalhando na Scotland Yard – que Sherlock é brilhante em concluir casos e o recebe como parte da equipe. Com o rebelde Sherlock Holmes livre em Nova York resolvendo crimes, é de se deduzir que ele precisará de alguém para o manter na linha e é elementar que isso é um trabalho para Watson.

Na primeira temporada, Holmes descobre que o grande amor de sua vida, que o fez mergulhar nas drogas, é – na verdade – seu grande inimigo Moriarty. Watson deixa sua carreira como acompanhante e se torna uma aprendiz de detetive. Assim, os dois companheiros de investigação se tornam cada vez mais próximos.

No segundo ano da série, Watson e Holmes aprofundam seus relacionamentos e a aprendiz se envolve com o irmão de seu mentor. Ela, que se torna detetive, resolve voltar a morar sozinha e Holmes não sabe como ligar com a situação.

Durante a terceira temporada, Holmes volta para Nova York após ter passado algum tempo em Londres trabalhando para a MI6. O detetive leva com ele uma nova aprendiz, Kitty, que ajuda a se vingar do homem que abusou sexualmente dela. Após, Kitty volta para a Inglaterra e Sherlock e Watson passam a morar e trabalhar juntos novamente. Nos últimos episódios, o homem que vendia drogas ao detetive durante o período que se tornou um viciado, obriga Holmes a ajudá-lo a encontrar sua irmã sequestrando Alfredo.

Na quarta temporada, o pai de Sherlock vai para Nova York, após seu filho sofrer uma recaída. Na cidade, Morland (John Noble) quer que o filho e Watson (Lucy Liu) descubram o responsável por um atentado à sua vida.

No quinto ano da série, Watson tenta ajudar um antigo paciente e, junto com Sherlock investigam o submundo das gangues de Nova York. Durante as investigações o detetive começa a alucinar e a temporada termina com ele no hospital tentando descobrir o que há de errado com seu cérebro.

Comments