Após causar impacto econômico de R$ 200 milhões no mercado de entretenimento e atingir marcas expressivas em sua edição de estreia – foram 287 painéis, 1000 empresas participantes, 500 keynotes e palestrantes, 18 mil visitantes, 38 shows, 24 horas de games e eSports e mais de 100 experiências AR/VR –, o Rio2C – Rio Creative Conference voltará ainda mais forte em 2019. Além de ampliar a atuação nos segmentos de audiovisual, inovação e música, a segunda edição do evento, que acontece de 23 a 28 de abril, novamente na Cidade das Artes, proporcionará novos espaços dedicados às áreas de neurociência e criatividade e de conteúdo e marcas, com a participação de alguns dos mais prestigiados nomes dos respectivos setores.

“A repercussão da primeira edição foi tão positiva que nos motivou a fazer em 2019 um evento ainda maior e cheio de novidades, com a criação de três novos espaços: a Casa das Marcas, dedicada a discussões na área de conteúdo para marcas, o Brain Space, voltado à neurociência e a sua interseção com a criatividade, e um terceiro que abrigará um showroom da criatividade brasileira. E para fechar cada dia, quando o sol se pôr, teremos uma programação especial com o Rio2C by Night, que permitirá uma troca ainda maior entre os participantes. Sem sombra de dúvidas, o Rio2C 2019 será imperdível!”, aposta Rafael Lazarini, criador e CEO do evento.

Sucessor do RioContentMarket – que se consolidou como o mais importante encontro de negócios do setor audiovisual no Hemisfério Sul ao longo de sete edições –, o Rio2C, já na inauguração, não só incorporou o formato exitoso de seu antecessor, mas ampliou suas fronteiras ao promover a troca multidisciplinar, contemplando ainda o público final. Nesta edição, o evento dá mais um passo com a divisão estrutural entre os campos Conferência, Mercado e Festival. Enquanto os dois primeiros são voltados primordialmente para profissionais da indústria criativa, o último oferece uma série de experiências destinadas a estudantes, universitários e jovens recém-formados ávidos por inspiração, informação e networking.

“Depois do enorme salto que demos entre o RioContentMarket e o Rio2C, ampliando o escopo do evento, neste ano a divisão entre Conferência, Mercado e Festival oferece conteúdos para diferentes públicos e seus interesses no evento, além de conectar todos num mesmo espaço para convivências criativas e de negócios”, conta Carla Esmeralda, responsável pela curadoria do audiovisual e a direção geral de conteúdo do projeto.

CONFERÊNCIA

Ao longo de quatro dias, a programação oferece seminários e painéis sobre temas variados, como a arte de realizar filmes e séries, fintech (tecnologia financeira), engajamento de clientes através da música, inteligência artificial, live streaming e nanotecnologia, entre outros.

Já estão confirmados na grade de palestras o vencedor do Oscar® Aron Warner, produtor da franquia “Shrek”; o autor e roteirista Patrick Somerville, criador da série “Maniac”, da Netflix; o músico Heitor TP, ex-guitarrista do Simply Red e compositor de trilhas de blockbusters do cinema, como “Minions” e “Meu Malvado Favorito 2”; Ricardo Penzin, diretor da sede brasileira do Hyperloop Transportation Technologies (HTT), empresa que está desenvolvendo um sistema de transporte de carga e passageiros de alta velocidade, em cápsulas dentro de tubos a vácuo; e o publicitário PJ Pereira, pioneiro do marketing digital no Brasil, detentor de um Emmy e de quatro Grand Prix no Festival de Cannes, que integra a programação do Summit de Conteúdo para Marcas, realizado durante o Rio2C com cocuradoria do jornal Meio & Mensagem . Mais nomes serão anunciados no decorrer da divulgação do evento.

Uma das grandes novidades desta edição fica por conta do Brain Space, área dedicada a novas percepções sobre o funcionamento do cérebro humano e novas oportunidades de se entender um grande conjunto de funções mentais – da tomada de decisões à criatividade expressa nas artes, ciências e tecnologia.

Projetos sobre os efeitos da música no cérebro, estudos sobre como o cérebro estrutura narrativas e investigações do sentimento e da consciência em humanos e máquinas são alguns dos temas a serem explorados na atração, que terá a participação do designer biomédico e artista Alan Macy, fundador da Biopac Systems; Sidarta Ribeiro, diretor do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Fernanda Moll, vice-presidente do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino; e Ronald Fischer, diretor do Laboratório de Evolução da Mente, Corpo e Cultura da Universidade de Victoria, na Nova Zelândia, entre outros.

“A expectativa do Brain Space é proporcionar ao público uma imersão no que há de mais fascinante nas pesquisas sobre o funcionamento do cérebro humano e como as tecnologias vigentes são capazes de potencializar a percepção e interação entre os indivíduos e entre humanos e máquinas”, explica o neurocientista Stevens Rehen, curador da tenda e uma das maiores autoridades do país em pesquisas com células-tronco.

A Casa das Marcas promove um mergulho no promissor universo de conteúdo para marcas, estabelecendo um ponto de encontro de diretores de criação, redatores, planners, produtores, roteiristas, influenciadores, artistas, executivos de marketing, de mídia e do entretenimento, enquanto a Casa da Indústria Criativa apresenta um showroom de gastronomia, moda, artes cênicas, design e arquitetura, com áreas para exibições, palestras e negócios, além de mostras permanentes e eventos com foco na sustentabilidade, na inclusão e na diversidade.

MERCADO

Destinado à realização de negócios e desenvolvimento de conteúdo, a divisão Mercado oferece a profissionais do audiovisual, inovação e música a oportunidade de apresentarem e venderem suas ideias às diversas empresas inscritas no evento, que já acumula em seu histórico uma série de negociações bem-sucedidas.

Produtores, realizadores e criadores do audiovisual defendem projetos de séries, programas ou filmes – documentais, factuais, ficcionais ou infantis – em pitchings perante uma banca composta por importantes nomes do mercado, bem como uma plateia de compradores do mundo inteiro, ou em rodadas de negócios individuais previamente agendadas pela organização do Rio2C.

Na parte dedicada a profissionais da música, artistas e bandas selecionados previamente pela curadoria do Rio2C se apresentarão ao vivo diante de uma comissão formada por 20 nomes – entre especialistas, produtores, jornalistas e programadores de rádio e TV do setor –, além de uma plateia de executivos do mercado fonográfico e do show business. Os projetos escolhidos ainda serão contemplados com a exibição de videoclipes e inclusão de músicas na playlist do evento.

“O Pitching Show do Rio2C pretende ser uma grande porta para novos artistas. Na Comissão da Música temos grandes profissionais do meio musical com cargos hoje capazes de mudar a vida de um artista”, explica o músico e compositor Zé Ricardo, responsável pela curadoria musical do evento. “Acho que esse é o grande destaque da parte de música do Rio2C, porque não há no Brasil um lugar onde o artista possa fazer um pocket show em ótimas condições de som e palco para os profissionais do setor que precisam saber que ele existe”, continua.

Na área de inovação empreendedores apresentam suas propostas de startups nos campos de inteligência artificial, realidade virtual, apps, iot, robótica, blockchain e plataformas digitais, para uma banca de mentores influentes do mercado, bem como um público de investidores anjos e de venture capital do segmento.

“Nossa curadoria quer provar a tese de que no futuro todas as empresas serão empresas de tecnologia”, resume Bernardo Zamijovsky, curador da área de inovação.

FESTIVAIS

Nos últimos dois dias, o Rio2C abre suas portas para o público em geral com uma série de atrações. A programação inclui palestras, bate-papos, oficinas com profissionais da indústria criativa, lançamentos de produtos e encontros nos bastidores dos fãs com seus ídolos, além do XR Arcade, uma imersão no mundo da realidade virtual em que serão exibidos conteúdos produzidos pelos mais importantes estúdios do mundo, e o Gamethon e a Maratona Maker – uma jornada pelo conhecimento, onde criadores e programadores apresentam projetos focados em ressignificar objetos, subverter seus usos comuns e conferir-lhes novas funções.

No âmbito musical, o Rio2C realiza ainda o Festivalia, maior encontro de festivais independentes do Brasil, com shows de alguns dos mais promissores e incensados artistas e bandas do país, promovendo a interação e a troca de experiências entre os diretores e programadores dos eventos.

Comments