Quem nunca chorou vendo aquele romance dramático ou aqueles filmes que tem cachorros, não é mesmo? Segundo pesquisas científicas, quem chora nessas situações são mais fortes psicologicamente.

De acordo com a psicóloga, Jennifer Delgado Suárez, emocionar-se com histórias representam uma grande empatia, refletindo nas relações sociais e melhorando os relacionamentos cotidianos:

“Quando vemos filmes com um alto conteúdo emocional, nosso cérebro também libera ocitocina, um neurotransmissor poderoso que nos ajuda a conectar com os outros e nos permite ser mais compreensivos, amáveis, confiáveis e desinteressados. Um estudo realizado na Claremont Graduate School deixou isso bem claro”.

Nos estudos feitos, os psicólogos pediram aos participantes que assistissem um vídeo do Hospital Infantil St. Jude. Metade das pessoas viu um segmento do vídeo que mostrava um pai falando sobre o câncer terminal de seu filho. A outra metade viu um segmento em que a criança e o pai visitavam o zoológico e nenhuma menção da doença foi feita.

Como esperado, o segmento em que apareceu o pai falando sobre o câncer do filho gerou uma resposta emocional mais intensa: os participantes mostraram um aumento de 47% dos seus níveis de oxitocina no sangue.

Logo após o resultado, os entrevistados foram questionados sobre dinheiro e relacionamento com pessoas. Aqueles que assistiram o vídeo mais emocionante se sentiram mais entusiasmados em doar para a caridade e serem mais gentis e empáticos com estranhos.

Em vista disso, na pesquisa foi confirmado que a empatia é um dos sentimentos mais fortes que alguém poderia ter. Desta maneira, assistir filmes, séries ou presenciar uma cena emocionante nos faz uma pessoa que consegue compreender o outro e consequentemente ser psicologicamente mais forte.

Comments