Aqui está um passo de alta tecnologia que a produção de Game of Thrones usou para evitar spoilers da temporada final.

A produção da HBO empregou um “assassino de drones” para evitar a presença de câmeras aéreas.

A notícia foi mencionada pela primeira vez pela estrela Sophie Turner durante sua aparição na New York Comic Con no último domingo. “Se um drone voa acima dos sets, há uma coisa que pode matar os drones, o que é muito legal“, disse ela. “Isso cria um campo ao redor e os drones simplesmente caem. São muito X-Men.”

De acordo com o Los Angeles Times, um “drone killer” é “um dispositivo eletrônico que pode desativar um drone no céu e forçá-lo de volta ao solo”. Ele é tipicamente usado apenas pela polícia para “situações de vida e morte”. “Parece uma arma” e “pode ​​ser apontado como um rifle ou uma espingarda em um zumbido no ar. O campo de 30 graus do seu feixe e seu alcance de quase 800 metros dificultam a perda do alvo.”

A HBO trabalhou em conjunto com as autoridades locais para evitar qualquer fotografia não autorizada (a série de fantasia de sucesso adicionou cerca de US$ 200 milhões à economia em Belfast).

As medidas aparentemente funcionaram – enquanto imagens distantes dos sets vazaram, surpreendentemente poucas imagens de filmagens da temporada final foram divulgadas.

Não está claro, no entanto, se a equipe de GoT realmente precisou usar o seu drone killer para derrubar os espiões dos paparazzis.

O drone killer é apenas uma das muitas técnicas que o programa utilizou para tentar reprimir os spoilers da 8ª temporada, incluindo a abolição de todos os scripts em papel – inclusive no set. Em vez disso, os scripts eram acessíveis apenas por meio de um aplicativo altamente seguro.

Game of Thrones retorna para sua última temporada em 2019.

Fonte: EW

Comments