Um filme com uma mensagem antiaborto de US$ 6 milhões que analisa criticamente a Planned Parenthood recentemente encerrou suas gravações, em segredo, em Oklahoma, pelos cineastas por trás de sucessos como Deus Não Está Morto e Eu Só Posso Imaginar e será lançado no próximo ano.

O filme é chamado de Unplanned (Não Planejado, em tradução livre) e a narrativa foca na história de Abby Johnson, que era diretora clínica da Planned Parenthood e diz que ajudou a facilitar 22.000 abortos antes de deixar a organização em 2009.

“Mas não importa de que lado você venha, há uma grande parte deste filme que vai deixar você desconfortável, porque Abby tem sido pró-escolha e pró-vida”, disse Chuck Konzelman, co-autor e co-diretor do programa, junto com Cary Solomon, ambos co-autores de Deus Não Está Morto, que arrecadou US$ 60,8 milhões com um orçamento de US$ 2 milhões.

Os cineastas dizem que estão se preparando para perseguição, já que a Planned Parenthood (que se recusou a comentar esta história) já processou Johnson uma vez, alegando, entre outras coisas, que ela violou um acordo de confidencialidade.

“Mas não é um filme de ataque“, disse Solomon, “É sobre certo e errado. Nós apenas tentamos contar a história de Abby, e é uma jornada interessante.”

O filme é produzido por Daryl Lefever, que produziu Eu Só Posso Imaginar, um filme cristão que faturou US$ 83,4 milhões com um orçamento de US$ 7 milhões.

Comments