Apelidada como a “Netflix dos cinemas”, a MoviePass deve desembarcar no País em 2019. A empresa americana oferece uma assinatura mensal em que os usuários pagam um valor fixo para poderem assistir a um determinado número de filmes a cada mês em salas de cinema espalhadas pelos Estados Unidos.

A aproximação com o serviço de streaming fica mais forte quando se descobre que Mitch Lowe, CEO da companhia, também foi co-fundador da Netflix. Em entrevista para a ISTOÉ DINHEIRO, ele apontou o principal obstáculo de trazer a MoviePass ao território brasileiro: “Precisamos encontrar parceiros comerciais aqui. Já estamos conversando com alguns”.

 

A expectativa é de que a operação brasileira seja semelhante a desenhada nos Estados Unidos. Lá, o preço da assinatura custa a partir de US$ 9,95 por mês e permite que cada assinante assista a até quatro filmes por mês, desde que em sessões simples que não contemplem tecnologias como tela 3D e IMAX. Para efeito de comparação, o preço de um ingresso nos cinemas americanos custa entre US$ 8,65 e US$ 15.

Lembrando que aqui no Brasil, já existe um serviço parecido, o PrimePass.

Fonte: Istoé Dinheiro

Comments