The Cloverfield Paradox pegou a todos de surpresa há duas semanas quando estreou na Netflix e deu aos usuários a chance de assistir a continuação da franquia no conforto da sua casa.

E de acordo com a Nielsen (via The Hollywood Reporter ) 2,8 milhões de pessoas assistiram ao Paradox nos primeiros três dias após a sua liberação, com esse total subindo para 5 milhões na primeira semana de visualização.

Embora esses números não sejam completamente conclusivos (especialmente porque a Netflix raramente libera seus próprios dados), essa estimativa da Nielsen é interessante em vários níveis. Por um lado, parece que o Paradox foi assistido por menos pessoas do que Bright, que teria recebido onze milhões de telespectadores ao longo de apenas três dias .

 

Mas, curiosamente, os telespectadores de Paradox quase escreveram sucesso em um cenário tradicional de bilheteria. Se os 2,8 milhões de pessoas tivessem comprado um bilhete para ver Paradox em um cinema, isso teria sido traduzido aproximadamente em algum lugar entre US$ 20-30 milhões, colocando vários milhões à frente dos vencedores reais de bilheteria da semana, Jumanji: Bem-vindo à Selva e Maze Runner: A Cura Mortal.

De certa forma, esses números preliminares só continuarão o discurso em torno de Paradox, um filme que abriu muito debate nas últimas duas semanas. Enquanto alguns argumentam que o filme é uma decepção para os fãs do  “Clover-verso” , outros destacaram as conexões do filme para as outras parcelas da franquia e viram o filme como um bom sinal do que poderia vir.

Num futuro próximo, um grupo internacional de astronautas em uma estação espacial trabalha na solução de uma massiva crise de energia na Terra. A tecnologia experimental a bordo da estação apresenta um resultado inesperado, deixando o time isolado e lutando por sua sobrevivência.

O elenco conta com Daniel Brühl, Roger Davies, Elizabeth Debicki, Aksel Hennie, Gugu Mbatha-Raw, Chris O’Dowd, John Ortiz, David Oyelowo, e Zhang Ziyi.

The Cloverfield Paradox é dirigido por Julius Onah e produzido por J.J. Abrams, p.g.a. e Lindsey Weber, p.g.a.

Comments