Em uma medida sem precedentes na indústria cinematográfica, o diretor Ridley Scott, decidiu refilmar algumas cenas do seu novo filme, Todo o Dinheiro do Mundo. As regravações aumentaram em US$ 10 milhões o custo de produção do filme.

Em 29 de outubro, o ator Anthony Rapp acusou Kevin Spacey de fazer um avanço sexual para ele quando Rapp tinha 14 anos. (Spacey, na época, tinha 26.). A acusação serviu de estímulo para que outras vítimas de Spacey viesse a público relatar os assédios que sofreram também, pelo ator.

Isso colocou Scott e seu filme, que tem aspirações ao Oscar, em uma posição complicada já que o público provavelmente boicotaria qualquer filme da Spacey, o filme seria um desastre de bilheteria e poderia ver sua esperança de indicações ao Oscar indo embora. O diretor resolveu então substituir Kevin pelo ator Christopher Plummer e esteve regravando por 10 dias as cenas junto com o elenco.

Em entrevista ao EW, o diretor Ridley Scott, comentou pela primeira vez sobre a sua decisão de substituir o ator Kevin Spacey por Christopher Plummer, no papel de J. Paul Getty.

“Você não pode tolerar qualquer tipo de comportamento como esse. E afetará o filme. Não podemos deixar a ação de uma pessoa afetar o bom trabalho de todas essas outras pessoas. É simples assim.”

O diretor afirmou que o estúdio chegou a duvidar que ele regravaria as cenas.

“Eles diziam: ‘Você nunca vai fazer isso. Deus esteja com você.”

Scott ainda garantiu que o filme estará pronto a tempo do lançamento que está agendado para 22 de dezembro.

A atriz Michelle Williams também comentou sobre as novas filmagens:

“Estou muito orgulhoso de fazer parte disso – estamos todos aqui para Ridley”..Isso não faz nada para aliviar o sofrimento de pessoas que foram pessoalmente afetadas por Kevin Spacey, mas é nosso pequeno ato de tentar amenizar.” E envia uma mensagem aos predadores – “você não pode fugir com isso mais. Algo será feito. “

All The Money In The World’ se passa nos anos 70 e conta um caso de sequestro envolvendo Paul Getty, neto do magnata J. Paul Getty. Sequestrado durante a noite, o jovem foi mantido acorrentado em uma caverna por seis meses e um resgate equivalente a US$ 17 milhões foi solicitado da família.  Desesperada a mãe de John, Gail Harris, pediu ajuda financeira ao avô do menino, que recusou. Os sequestradores então decidem enviar à imprensa uma orelha do menino para obrigar a família a acelerar o pagamento do resgate, no valor de 3 milhões de dólares.

Comments