Game of Thrones é com certeza uma das maiores obras primas que já vimos no meio audiovisual. Em termos visuais, nada se compara – a não ser os filmes com muito dinheiro. Mas o que mais chamou a atenção em GOT, e que fez sua popularidade aumentar a cada ano, foi o fato dela ter uma qualidade impecável tanto de roteiro quanto no visual. É uma união de tantos fatores, que transformam a série em uma Copa do Mundo, onde as pessoas se juntam para assistir, fazem bolão, gritam, choram, sentem alegria e um pesar quando acaba.

Porém, esta sétima temporada fez GOT dar um passo para trás. Qualquer lista de maiores séries de todos os tempos, nomes como Breaking Bad, Friends, Sopranos, The Wire e principalmente GOT, são cartas marcadas entre as primeiras. O que esta séries tem um comum é a crescente melhoria. São séries impressionantes de tão perfeitas. Breaking Bad por exemplo tem como sua pior temporada a primeira. Depois é uma crescente tão grande, que o final vira algo cinematográfico. Ver o final de Braking Bad é uma experiência única, principalmente quando se vê pela primeira vez – e sem spoilers. Sopranos é a mesma coisa. Todas são. GOT também seria, se não fosse esta sétima temporada.

Não vou entrar em todos os méritos. Os furos de roteiro já foram explicados em exaustão, como nesse texto do Amigos do Fórum. O que eu quero falar aqui é especificamente da teórica transformação de GOT em uma fanfic nesta última temporada – o que eu concordo plenamente – e o que isto afeta.

Para quem não sabe, fanfic significa fan fiction, ou seja, uma ficção feita por fãs. Um exemplo muito famoso é 50 Tons de Cinza que é uma fancic de Crepúsculo, uma visão da escritora do que poderia ter acontecido na obra original. Como fez muito sucesso, ela teve que mudar algumas coisas (como os nomes dos personagens) para seu lançamento.

A PARTIR DAQUI PODERÁ TER SPOILERS. CUIDADO!

Se você colocar no youtube “reactions GOT”, irá perceber que os vídeos, em sua maioria, serão de pessoas chorando, frustadas, surpresas e impressionadas com alguma cena da série. Isso se deve ao fato de que o pior sempre acontece nas história de R.R. Martin. Sabe o cara que você pensou que ia ser protagonista? Teve a cabeça cortada sem pudor nenhum. Ah, achou o que o filho dele iria se vingar? Não dá, ele e todo mundo ao seu redor morreu no Casamento Vermelho.

oberyn game of thrones pipocas club

You raped my sister. You murdered her. You killed her children!

– “Vai Oberyn, MATA ESSE GIGANTE!“… Bom, quem viu, viu. Talvez a morte mais frustante da série. E é essa a palavra chave: FRUSTRAÇÃO.

A gente ama GOT, pois nunca sabemos o que vai acontecer. R.R. Martin é um gênio de proporções históricas. O que ele escreve é surpreendente. Coincidência ou não, na sétima temporada ele nem sequer sabia o que iria acontecer. Foi tudo feito pelos produtores, e é aí que entra a história da fanfic.

ROMANCE ULTRA FORÇADO

O nome “As Crônicas de Gelo e Fogo” subentende que será uma história de alguém que represente o gelo, e outra o fogo. É bastante claro que, caso seja verdade, o gelo é o Jon Snow e o fogo é a Daenerys. É um provável romance bastante esperado, então isso não é nem nunca será o problema. O que pega é: foi muito forçado. Talvez pelo fato da temporada ser curta, e faltar desenvolvimento, o maior encontro da história de GOT foi algo sem impacto nenhum. Estranheza para ambos no começo, e alguns episódios depois uma intimidade exagerada, para um romance ainda mais exagerado. Repito: é um casal que muito possivelmente irá acontecer nos livros também, mas que os produtores não souberam tratar de forma acertada.  Se distanciar dos livros é algo inevitável, é bom no final das contas. Afinal, só Deus sabe quando o novo livro será lançado. Mas, especificamente nesta temporada, George fez falta. E os fãs? Amaram. Os fãs médios, em sua maioria. Os mais críticos consideram essa a pior temporada de GOT.

Mesmo sendo a pior temporada, ainda sim é uma boa temporada. Mas como falei antes, Game of Thrones é de um time que representa as melhores séries de todos os tempos. A gente espera sempre mais! Uma temporada onde a maioria dos fatos – como a confortável morte do Viserion, o plano do Tyrion, a péssima morte do Mindinho e o retorno de Sor Jorah por exemplo – são como se tivessem sido escritos por um fã, que no final de tudo vai colocar um coraçãozinho e chorar com o filho da “Dany” com o Jon correndo nos corredores de suas casas.

Eu não tenho absolutamente nada contra séries teens. Aliás, adoro várias delas. Mas a partir do momento que GOT vira uma série onde shippar um casal é o tema principal, algo de errado aconteceu. Eu não quero shippar casal, principalmente em um mundo onde um dos principais casais são irmãos. Sinceramente, eu quero ficar frustado de novo!

dragão de gelo game of thrones pipocas club

Game of Thrones ainda é espetacular. Maravilhosa! Ainda tem média de surreais 9,5 no IMDb. Porém, para mim, tá quase deixando este grupo seleto. Se é que já não deixou. Não é mais frustante, é satisfatória. Uma pena. Será que a oitava temporada será previsível? Sua estreia em 2019 dirá. Torço para que GOT volte a ser a série que nos apresentou a Batalha dos Bastardos a pouco tempo atrás.

Mas é isso é apenas minha opinião. Nada demais.

 

Comments