Com menos de uma semana de estreia, Stranger Things já é a mais nova queridinha dos fãs de séries no mundo todo. A série se passa em Montauk, Long Island, na década de 80, e conta a história do desaparecimento misterioso de Will Byers (Noah Schnapp). No meio da busca por Will, eis que surge uma garota, um tanto quanto esquisita, chamada Onze (Millie Brown). A família, juntamente com a polícia e amigos, acabam descobrindo a existência de um Mundo Invertido, cercado de mistérios e experimentos secretos do governo.

Ainda que sem nenhum indício de esperança, Joyce, mãe de Will (Winona Ryder) crê contra tudo e todos que o seu filho esteja vivo. Por vezes taxada de louca, Joyce aos poucos vai sendo compreendida quando as peças vão se juntando e o seu filho Jonathan e o policial Hopper começam a achar pistas de que o que ela falou faz sentido. Destaque para a brilhante atuação de Winona Ryder, que faz com que sintamos na pele o sofrimento e desespero de perder o filho.

Mas quem realmente rouba a cena na série são os amigos de Will: Mike, Dustin e Lucas que, em meio a um cenário de suspense, mostram toda coragem em cima suas bicicletas, desbravando os mistérios que envolvem o sumiço de seu companheiro. Esse núcleo da série traz alguns momentos cômicos e faz com que os espectadores mergulhem em um misto de sentimentos através do universo mágico introduzido pela produção em suas cabeças. A turma é liderada por Mike, que ao encontrar Onze, concede abrigo escondido de seus pais e descobre que ela tem a chave para desvendar o sumiço.

Na verdade, Onze é a figura central da trama. Com poderes de telepatia e telecinese, sua personalidade demonstra toda a angústia e dor que já experimentou nos testes realizados por seu pai, mas também se demonstra forte o suficiente pra entender que ainda que doa, ela deve estar disponível para ajudar todos a reencontrarem Will.

Continuação – A segunda temporada de Stranger Things já está confirmada, mas ainda não há data de estreia. Os irmãos Duffer, responsáveis pela série, em entrevista para Variety, já sinalizaram o que esperar da nova temporada da produção: ” temos um documento de 30 páginas, bem detalhado, em termo do que significa o Mundo Invertido (ou Lado Avesso) que não tivemos tempo de explorar ou sentimos que não cabia na primeira temporada, devido à tensão principal a respeito de Will. Nós temos todo esse mundo que não exploramos de verdade nessa temporada, e isso é bem intencional”, afirmou Ross Duffer. Ou seja, os ganchos que ficam ao fim do último episódio da primeira temporada e deixam muitas perguntas no ar vão ser explorados na segunda etapa da produção.

Se você ainda não conferiu, vale a pena maratonar e mergulhar fundo nessa ficção cientifica com o selo Netflix de produções (o que anda tendo a maior moral nos últimos tempos). Todos os episódios da primeira temporada já estão disponíveis na serviço então, go go go!

Se você já conferiu a série e tá pirado como a gente, deixa seu comentário aqui.

Comments